Centrais fazem 1º de maio unificado inédito com shows nacionais

Estão confirmadas apresentações de Ludmilla, Paula Fernandes, Leci Brandão, Toninho Geraes, Simone e Simaria e Maiara e Maraísa

0
Foto: Daniel Pinheiro

Pela primeira vez, o Dia do Trabalhador, comemorado em 1º de maio, será organizado em conjunto por todas as centrais sindicais brasileiras. O motivo é a atuação unitária contra a Reforma da Previdência, do governo Bolsonaro. O evento começa às 10h, no Vale do Anhagabaú, em São Paulo, e tem como lema “Contra o fim da aposentadoria, por mais empregos e salários decentes”.

Entre as atrações musicais confirmadas estão as cantoras Ludmilla, Paula Fernandes e Leci Brandão, as duplas sertanejas Simone e Simaria e Maiara e Maraísa e o sambista Toninho Geraes.

Cidades como Brasília, Rio de Janeiro, Salvador, Porto Alegre, Fortaleza, Goiânia e Recife também terão atos unificados.

Participam CUT, Força Sindical, CTB, Intersindical, CSP-Conlutas, Nova Central, CGTB, CSB e UGT, além das entidades que compõem as Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo. Em material de divulgação, os organizadores expressam que a proposta da Reforma da Previdência “ataca o direito dos mais pobres” e que o “governo quer economizar às custas dos trabalhadores, enquanto faz repasses aos banqueiros”.

Segundo o presidente da CUT, Vagner Freitas, em declaração ao site da central, “esse 1º de maio unificado mostra que o momento é grave e a unidade da classe trabalhadora vai ser determinante para barrar o fim da aposentadoria e lutar pela geração de emprego decente”.

Para a dirigente da Intersindical Nilza Pereira, não cabe dispersão das centrais sindicais quando há um governo que foi eleito para “um ataque completo contra os trabalhadores”. “Em outros períodos era possível cada central tocar suas atividades conforme a ideologia. Não mudaram as ideologias das centrais, mas mudou a necessidade de organização para resistir aos ataques. Esse 1º de maio unificado é histórico, porque é o primeiro com todas as centrais do Brasil”, diz Pereira.

DEIXE UMA RESPOSTA

Envie o comentário
Por favor, coloque seu nome aqui